Aprenda a meditar, excelente video

MSG

Quem Somos

Somos pessoas que acreditam na liberdade de expressão, pessoas que possuem a mente aberta e que independente da raiz estelar que podemos ter vindo, acreditamos que todos somos 1, Amamos a fonte Criadora, amamos a Natureza e a viva mãe Gaia (Terra), não possuímos qualquer placa religiosa por entender que as pessoas se unem pelo amor e não pela placa, no final das contas somos meros 22 gramas nem mais nem menos, o que importa eh a luz que conseguimos irradiar.
Acreditamos sim ter nossas raízes vinda das Plêiades, mas acima disso, acreditamos no poder do infinito onde entendemos que somos mágicos e que a vida tanto na terceira dimensão como em outras eh sempre uma lição a qual vamos sempre aprender coisas novas e fazer novos amigos/irmãos.
Bem Vindos ao Blog dos Plêidianos com AMOR os Saudamos sintam-se em casa.
Luara, Graciano, Priscila e Raquel
❥✫✫✫...¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ...❥✫✫..¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ♥ ░░ ♥ ♪ღ♪ ❥✫✫✫...¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ...❥✫✫..¸.•°*”˜˜”*
Dica: Ouçam nossa playlist ;)


Seja Feliz !

Seja Feliz !
Seja Feliz !

sábado, 11 de janeiro de 2014

UM NOVO MODO DE VIVER PT 3 - O Baixo Astral é Fatal ou Você come a TRISTEZA DA VACA

O comportamento do homem para com os animais é inseparável do comportamento dos homens entre si.
Herbert Spencer



Os animais - onda de vida que vem logo depois da nossa, portanto literalmente nossos irmãos menores possuem duplo eterico e corpo astral. As energias circulantes nesses corpos tem uma vibração densa, letárgica e agressiva, se comparada ao campo energético humano. Quando o animal é sacrificado, os resíduos energéticos astroetéricos, obviamente não destruídos pelo cozimento, permanecem aderidos à sua carne, sendo absorvidos então nos corpos etérico e astral do comedor de carne.
Esses verdadeiros "emplastos" de energias animais que se colam na rede energetica dos corpos sutis do carnívoro, iniciam um processo de rebaixamento de vibrações e de contaminação psíquica. É uma espécie de desaceleração energética. A energia animal intrusa, que não vibra no mesmo teor da humana, causa uma espécie de curto-circuito ou desaceleração da rede eletromagnética do organismo nos niveis denso, etérico e astral. Perturba-se o fluir da energia cósmica de frequencia mais elevada que constitui o ser humano. Está preparado o cenário para os que chamamos de "doença".
Paralelamente o contágio astral da carne animal desperta no campo astral do carnívoro as vibrações similares às do animal devorado. Que tal ser parceiro das emoções do porco, do boi, do frango...? Pois, sinto dizer, é exatamente o que você está absorvendo com o astral da carne ingerida.
Essas emoções primitivas vão reativar as memórias arquivadas nas camadas ancestrais do nosso psiquismo - os instintos por onde ja transitamos, construindo a nossa consciência. Todo o lixo emocional que estamos trabalhando durante para reciclar é reativado. Agressão, raiva, egoismo, brutalidade, ciume, impaciência, crueldade, SEXUALIDADE INSTINTIVA, são as contrapartes invisíveis ingeridas com a carne animal.
É muito difícil resistir a essa sintonia que pressiona o emocional humano, não é de admirar que o emburrecimento das sensações, uma certa letargia ou indiferença bovina, um egoismo inconsciente, se alastrem e não e não consigam ser vencidos pelo apelo da natureza humana superior.
Por outro lado, imagine as emoções de medo, desespero, e dor que vibram no campo astral dos animais sacrificados e a tristeza, a depressão que acomete um animal criado em condições curéis. O astral desse infeliz animal é um pacote de emoções mórbidas, sombrias, desesperadas que é ingerido pelos humanos inconscientes.
Imagine a delicada fisiologia de uma criança submetida a isso, É uma verdadeira agressão dar carne a uma criança, ( Observe que muitas atualmente estão desde pequenas rejeitando-a com firmeza ). Esqueça os velhos e obsoletos conceitos dos séculos anteriores. Muitas novas crianças do Terceiro Milênio estão ai, algumas já adolescentes, esbanjando saúde, inteligentes, sensíveis e criativas sem jamais terem sido submetidas ao embutrecimento da ingestão de cadaveres animais.
Sim, pois a carne, vamos encarar de frente, não passa disso: é um cadáver e come-la, transforma o seu estomago num cemitério onde vai decompor esse animal morto.
- Mas ninguém desejaria os sofrimento dos animais inocentes. Ninguém pensa nisso quando faz um sanduíche de presunto ou faz um churrasco com os amigos!
Sim, esse é exatamente o problema, NINGUÉM PENSA NISSO.
Ou, por outra: ninguém pensa séria e honestamente sobre o que está fazendo, porque ninguém deseja ser  conscientemente cruel no âmago da consciência, todos sabemos o que estamos fazendo. O problema é que não queremos abdicar de nossos velhos prazeres, por mais mórbidos que sejam e temos preguiça de mudar.
Um último lembrete. Você, se é uma pessoa com anseios espirituais, considere que sua sintonia com os planos internos da vida fica prejudicada pela cortina de fluídos animais obscuros que se espalham pelos seus corpos etérico e astral, com a ingestão de carne. Se você for médium, tenha certeza de que o astral animal torna o astral do médium menos receptivo e mais embotado e com mais janelas vibratórias abertas para o astral inFerior. Se você trabalha com passes ou cura espiritual, cromoterapia ou magnetização ( isso vale pra todos os terapeutas energéticos ) tem por dever manter sua energia astroetérica tão pura quanto possível. Você vai doa-la a pessoas que confiam em você.
Trecho do livreto: Paz e Amor, Bicho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário