Aprenda a meditar, excelente video

MSG

Quem Somos

Somos pessoas que acreditam na liberdade de expressão, pessoas que possuem a mente aberta e que independente da raiz estelar que podemos ter vindo, acreditamos que todos somos 1, Amamos a fonte Criadora, amamos a Natureza e a viva mãe Gaia (Terra), não possuímos qualquer placa religiosa por entender que as pessoas se unem pelo amor e não pela placa, no final das contas somos meros 22 gramas nem mais nem menos, o que importa eh a luz que conseguimos irradiar.
Acreditamos sim ter nossas raízes vinda das Plêiades, mas acima disso, acreditamos no poder do infinito onde entendemos que somos mágicos e que a vida tanto na terceira dimensão como em outras eh sempre uma lição a qual vamos sempre aprender coisas novas e fazer novos amigos/irmãos.
Bem Vindos ao Blog dos Plêidianos com AMOR os Saudamos sintam-se em casa.
Luara, Graciano, Priscila e Raquel
❥✫✫✫...¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ...❥✫✫..¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ♥ ░░ ♥ ♪ღ♪ ❥✫✫✫...¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ...❥✫✫..¸.•°*”˜˜”*
Dica: Ouçam nossa playlist ;)


Seja Feliz !

Seja Feliz !
Seja Feliz !

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Osho - Faça só aquilo de que gosta


Eu gostaria de ensinar-lhe uma técnica. Eh uma técnica muito simples, mas no principio parece muito difícil. Se você tentar achara simples. Se não tentar eh só pensar nela, parecera muito difícil, A técnica eh, só faça aquilo de que gosta. Se não gosta, não faça. Tente porque o prazer só advém do seu centro. Se você esta fazendo algo e gosta disso, você começa a se ligar de novo ao seu centro. Se você faz algo de que não gosta, você esta desligado do seu centro. A alegria vem do centro e de nenhum outro lugar. Assim, que ela seja um critério e você fanático por ela.
Você esta caminhando pela estrada e de repente, reconhece que não esta desfrutando o passeio. Pare. Terminou - isso NÃO deve ser feito.
Eu costumava fazer isso nos meus tempos de universitario e as pessoas achavam que eu era louco. De repente eu parava e então ficava no mesmo lugar por meia hora, uma hora, a menos que começasse a me divertir novamente com a caminhada. Meus professores tinham tanto medo que quando havia exames, eles me punham no carro e me levavam para a entrada da universidade. Eles me deixavam na porta e me esperavam la. Sera que eu tinha ido para minha carteira ou não? Se eu estivesse tomando o meu banho e percebesse que não estava gostando, eu parava! E dai se eu estivesse comendo e reconhecesse de repente que não estava gostando, eu parava.
Eu fui fazer parte das aulas de matemática no colegial. No primeiro dia entrei e o professor já estava apresentando a matéria. No meio da aula eu me levante e tentei sair. Ele disse, "Aonde você vai? "Se não pedir não vou deixar que você entre de novo". Eu disse,  "Não vou voltar, não se preocupe. Eis por que não estou pedindo. Ponto final - eu não estou gostando. Vou achar alguma matéria que posso aproveitar, porque, se não puder gostar dela, não vou faze-la. Eh uma tortura, uma violência".
E, aos poucos isso se tornou uma chave, De repente, compreendi que sempre que você esta gostando de algo, você esta concentrado. O prazer eh só a impressão de estar concentrado. Sempre que você não esta gostando de algo, esta fora do centro, Então, não force, não há nenhuma necessidade nisso. Se as pessoas acham que você esta louco, que achem. Em alguns dias, por sua propria experiência você vai descobrir como ESTAVA se afastando de você mesmo. Você estava fazendo mil e uma coisas, de que jamais gostava e ainda as estava fazendo porque lhe ensinaram assim. Você só estava cumprindo o seu dever.
As pessoas destruíram ate mesmo essa coisa bonita que eh o amor.
Você volta para a casa e beija a sua mulher porque tem que ser assim, isso tem de ser feito. Agora, algo tão bonito como o beijo, algo semelhante a uma flor, foi destruído. Aos poucos, sem ter prazer nisso, você continuara beijando sua mulher, esquecera da alegria de beijar outro ser humano. Você da um aperto em qualquer outra pessoa que encontre - frio, desprovido de sentido, de mensagem, sem calor humano. Apenas mãos mortas tocando-se dizendo, ola. Então você começa aos poucos a aprender esse gesto moral, esse gesto frio. Você se torna gélido, um cubo de gelo. E então você diz, " Como atingir o centro?"
O centro esta disponível quando você eh cálido, quando esta fluindo-se, apaixonado, alegre, dançando, em jubilo, Isso cabe a você. Continue fazendo apenas coisas que você realmente gosta de fazer. Se você não gosta, PARE. Ache qualquer outra coisa que de que goste. Haverá algo de que você gostara. Nunca conheci uma pessoa que não gostasse de algo. Há pessoas que podem não gostar de uma coisa ou outra, mas a vida eh GIGANTESCA. Não se comprometa, flutue apenas. Deixe que haja mais fluxo de energia, Deixe que ela flua, que se encontre com outras energia que o cercam. Em breve você poderá ver que o problema não era saber como se tornar integrado, o problema era que você não sabia mais como fluir.
Osho em Maturidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário