Aprenda a meditar, excelente video

MSG

Quem Somos

Somos pessoas que acreditam na liberdade de expressão, pessoas que possuem a mente aberta e que independente da raiz estelar que podemos ter vindo, acreditamos que todos somos 1, Amamos a fonte Criadora, amamos a Natureza e a viva mãe Gaia (Terra), não possuímos qualquer placa religiosa por entender que as pessoas se unem pelo amor e não pela placa, no final das contas somos meros 22 gramas nem mais nem menos, o que importa eh a luz que conseguimos irradiar.
Acreditamos sim ter nossas raízes vinda das Plêiades, mas acima disso, acreditamos no poder do infinito onde entendemos que somos mágicos e que a vida tanto na terceira dimensão como em outras eh sempre uma lição a qual vamos sempre aprender coisas novas e fazer novos amigos/irmãos.
Bem Vindos ao Blog dos Plêidianos com AMOR os Saudamos sintam-se em casa.
Luara, Graciano, Priscila e Raquel
❥✫✫✫...¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ...❥✫✫..¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ♥ ░░ ♥ ♪ღ♪ ❥✫✫✫...¸.•°*”˜˜”*°•.ƸӜƷ ...❥✫✫..¸.•°*”˜˜”*
Dica: Ouçam nossa playlist ;)


Seja Feliz !

Seja Feliz !
Seja Feliz !

quarta-feira, 18 de abril de 2012

OM - O mais antigo e poderoso Mantra

Embora seja mais comum entre os praticantes de Yoga e Meditação, o uso do Mantra OM não precisa, e nem deve, ficar restrito apenas a estas atividades. Muito pelo contrário, o mantra pode ser entoado em qualquer situação, desde que haja um desejo sincero de revigorar as energias.
Quem nunca se deixou levar por sentimentos negativos como irritação, estresse e tristeza? É quase impossível manter-se 100% equilibrado em meio aos diferentes imprevistos que chacoalham nosso dia a dia.
Uma boa alternativa para virar o jogo é afastar as sensações ruins e incorporar a vocalização de mantras a vida cotidiana. E, nessa pratica, o OM surge como o grande destaque.
Considerado pelos Vedas o mais sagrado mantra da tradição hinduísta, o OM é visto como uma verdadeira arma contra o negativismo. Uma “palavrinha” cuja vibração tem o poder de apaziguar a alma.




OM é o som do silencio, o símbolo sonoro presente em todo Universo. Tudo é Om. Por isso, é tão difícil explica-lo.
OM é o som primordial do Universo que contém todos os outros sons e do qual toda a criação surgiu. OM é a sílaba mística, o corpo sonoro de Deus. É a essência interior de todos os mantras. É a palavra sagrada da qual emana todo o universo.
OM é uma invocação, uma bênção, é a vibração da própria alma. É o gérmen, a raiz de todos os sons da natureza. É a semente que "fecunda" os outros mantras e assim ele é considerado o corpo sonoro do Absoluto (Brahman).
Ao entoar este som sagrado, abrimos nossos canais energéticos e nos tornamos receptivos as qualidades divinas que, então, se manifestam na forma de sentimentos como compaixão, sabedoria, amor e tranqüilidade. Assim, não há espaço para qualquer sentimento negativo.
A pronuncia do OM faz o coração vibrar fisicamente, o que gera uma grande sensação de bem estar. Isso cria uma espécie de camada de proteção em torno de si próprio, impedindo a chegada de qualquer energia ruim.
É uma maneira fácil e poderosa para purificar a mente. Quando você repete com sinceridade e com regularidade, você obtém os frutos e benefícios desta prática. Com a repetição do mantra você aprende a esvaziar sua mente, limpando-a de tantos pensamentos desnecessários. O mantra é um grande purificador e elimina a ansiedade e tensões, substituindo a inquietude da mente pela paz e alegria interior.
O som é formado pelo ditongo das vogais A e U, e a nasalização, representada pela letra M. Por isso é que, às vezes, aparece grafado Aum. É o símbolo da Divindade Suprema. As três letras representam os três aspectos de Deus: Deus Criador (Brahma), Deus Conservador (Vishnu), Deus Transformador (Shiva). É a Trindade da Unidade. Estas três letras correspondem aos três estados de consciência: vigília, sono e sonho. Suas curvas representam os 5 elementos da natureza: fogo, água, terra, ar e éter.




Escutar o Mantra OM é como escutar o próprio ser. Pronunciar o Mantra OM é como transportar-se à residência do Brahman, à casa de Deus, ao seu interior!







Um comentário: